Construtores da casa engraçada

Vinicius de Moraes, talvez o maior poeta que nascera em solo brasileiro, escreveu um poema, que anos depois foi musicado e interpretado pelo cantor e compositor Toquinho, de nome Casa.

 

a Casa, não era uma casa comum, era uma casa engraçada, sempre incompleta. veja a letra:

Era uma casa muito engraçada

Não tinha teto, não tinha nada

Ninguém podia entrar nela não

Porque na casa não tinha chão

Ninguém podia dormir na rede

Porque na casa não tinha parede

Ninguém podia fazer pipi

Porque penico não tinha ali

Mas era feita com muito esmero

Na Rua dos Bobos, número zero

Mas era feita com muito esmero

Na Rua dos Bobos, número zero

 

interessante, não? pois é. 

 

agora eu te pergunto, quem seria o louco que gastaria seus dias construindo uma casa engraçada? 

 

 

a utilidade da casa engraçada

 

segundo o wikipedia:

Casa (do latim casa), residência ou moradia é, no seu sentido mais comum, um conjunto de paredes, cômodos e teto construídos pelo ser humano com a finalidade de constituir um espaço de habitação para um indivíduo ou conjunto de indivíduos para que estejam protegidos dos fenômenos naturais exteriores (como a chuva, o vento, calor e frio etc.), além de servir de refúgio contra ataques de terceiros.

 

levando em conta que a casa é um conjunto de paredes cômodos e teto com objetivo de nos proteger, a pergunta que fica é: de que vale uma casa sem teto, chão e parede?

 

uma casa sem teto e paredes não nos protege. uma casa sem cômodos não existe, é apenas um espaço. uma casa sem chão, pior ainda. onde você vai pisar? não dá para pisar no vácuo. 

não faz sentido ter uma casa engraçada, é a coisa mais inútil que existe. com certeza, gastar dias e trabalho em uma casa assim, seria uma perda de tempo inestimável, mas vejo tantas pessoas fazendo isso.

 

um mundo cheio de construtores da casa engraçada

 

parece que virou regra, mas toda vez que saio de casa, vejo diversos construtores da casa engraçada. quando estou na faculdade, quando vou ao mercado, no metrô, nas ruas…

em todos os lugares há construtores da casa engraçada. inclusive, você pode ser um desses construtores e nem sabe.

 

os construtores da casa engraçada, não são, necessariamente, pedreiros que não constroem, mas sim pessoas que gastam suas vidas construindo algo inútil, assim como a casa engraçada.

pessoas que, como diz Salomão em Eclesiastes (2:11), correm atrás do vento. já parou para pensar o quão inútil e perda de tempo é correr atrás do vento? tanto quanto construir uma casa engraçada.

 

construindo coisas úteis

 

certa vez um grande homem de Deus disse que “tudo o que não é eterno, é eternamente inútil”.

gosto desta frase, C.S. Lewis, que antes era ateu, percebeu em sua vida que passara grande parte dela correndo atrás do vento, fazendo coisas inúteis, e logo decidiu se voltar ao que realmente importa e fez obras, assim como, viveu experiências o suficiente para chegar a conclusão que chegou, “tudo o que não é eterno, é eternamente inútil”.

  

Paulo, apóstolo dos gentios, também entendeu o segredo da vida. Em Filipenses 1:21 ele diz: porque para mim o viver é Cristo e o morrer é lucro.

declarando assim que, o viver é somente Cristo e que mesmo a morte é lucro diante dEle.

 

alguns capítulos à frente, o apóstolo escreve:

Mais do que isso, considero tudo como perda, comparado com a suprema grandeza do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor, por quem perdi todas as coisas. Eu as considero como esterco para poder ganhar Cristo

3:8

 

ele verdadeiramente entendeu que tudo é perda e só Jesus é ganho e que essa é a única forma de não corrermos atrás do vento.

qualquer coisa que você faça, que não seja pelo eterno, é apenas mais uma casa engraçada que você edifica. é mais uma maratona atrás do vento. 

 

não gaste sua vida construindo casas engraçadas. antes disso, gaste sua vida vivendo pelo eterno!

 

Deus abençoe.

até mais!

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *