Interpretando corretamente a inerrante Escritura

Nota do Editor: Este artigo é um recurso selecionado para a Semana da Inerrância Bíblica do Ministério Fiel e Voltemos ao Evangelho, uma semana onde estamos, juntos com a igreja verdadeira, proclamando a inerrância, suficiência e autoridade da Bíblia, que é a Palavra de Deus. Nossa colunista Renata Gandolfo preparou este artigo inédito sobre princípios de interpretação bíblica. Desfrute e compartilhe destes conteúdos e tenha sua fé na inerrante Palavra de Deus fortalecida!


 

Será que já aconteceu de você interpretar mal a comunicação de uma pessoa? Ou de não entender o trecho de um capítulo de um livro? A interpretação por vezes pode parecer algo nebuloso e incerto. Popularmente, nesta era do relativismo dizem que cada um pode interpretar do jeito que quiser. Ou seja, cada um dá o sentido que quiser às palavras, aos textos, às situações, já que tudo é relativo. Sem um parâmetro, uma regra, uma norma, não há possibilidade de interpretação correta de textos, pessoas e situações. Tudo vira uma grande confusão.

As Escrituras foram escritas como Revelação Especial de Deus aos homens a fim de que possam conhecer Deus e seu plano de salvação. No entanto, é preciso conhecer as regras para correta e clara interpretação do texto bíblico. E falando em clareza, a doutrina da Palavra de Deus nos ensina que as Escrituras foram escritas com clareza para que os homens possam ter entendimento completo do que Deus quer nos dizer e, assim,  transmitir o ensino de geração em geração.

Nem todas as leitoras da Palavra têm acesso a bons ensinos sobre interpretação bíblica, e isso pode ser um entrave para o aprendizado do que Deus quer de nós, de como viver vida agradável ao Senhor. Pensando nisso, segue abaixo alguns princípios de hermenêutica –  a ciência da interpretação –  para ajudar você a conhecer as Escrituras de forma correta.

Vamos falar de 5 princípios básicos de interpretação que você poderá incorporar imediatamente à sua leitura ou estudo bíblico.

1.      Qual o significado do texto segundo a intenção do autor

Todo texto bíblico tem um significado pretendido pelo autor. O intérprete precisa se esforçar para alcançar esse entendimento. Considere alguns fatores:

1.1 Quem é o autor e como descobrir sua intenção.

Esse princípio reconhece que existe um significado no texto, esse é um ponto importante na era do relativismo. Alguns estudiosos sugerem que a Bíblia não estabeleceu nenhum significado específico no texto e que ela pode ser interpretada da maneira que quiserem. No entanto, a boa e verdadeira hermenêutica busca aquilo que o autor quis dizer originalmente, ao invés de impor um sentido pessoal ao texto. Existe erro na interpretação do leitor quando sua interpretação entra em conflito com a intenção do autor.

1.2 Considere que a Bíblia é a Palavra de Deus, homens escreveram inspirados por Deus. Portanto, Deus é o Autor último[1] da Bíblia.

2.      Leia a passagem dentro de seu contexto

Na bíblia, assim como em toda a literatura, devemos ter uma compreensão do todo, a fim de apreciar e entender as partes. Passagens de um livro da Bíblia não devem ser interpretadas isoladas de seu contexto literário imediato, ou seja, o livro em que o trecho/versículo se encontra, bem como os demais livros da Bíblia. O significado dos fragmentos pode ser revelado no fluxo do todo literário. Devemos pensar em como a passagem se encaixa no livro todo.

O contexto inclui mais do que apenas os parágrafos que vêm antes e depois de um texto, inclui também o cenário histórico mais amplo (isso veremos um pouco mais no ponto 4).

O contexto último de qualquer passagem particular é a Bíblia toda. Podemos aprender a ler o contexto através da leitura de todos os livros da Bíblia, ao invés de lermos de forma fragmentada.

3.      Identifique o gênero da passagem

Textos têm variedade de formas. Um gênero literário é um grupo de textos que compartilha semelhança no seu conteúdo, tom e estrutura.

A bíblia tem diversidade de estilos literários que influencia nossos interesses, estimula a imaginação e chama a nossa atenção para aspectos da mensagem da Bíblia.

De Gênesis à Apocalipse, passamos por história, leis, poesias, sabedoria, profecia, evangelhos, epístolas e literatura apocalíptica. Quando conhecemos o gênero que estamos lendo, podemos entender melhor o texto.

O gênero é algo importante para a interpretação bíblica, pois cada estilo nos leva a um encontro com Jesus.

4.      Pano de fundo histórico e cultural

A Bíblia foi escrita em um tempo e uma cultura muito distante da nossa, por isso para entendermos o que o autor quis dizer temos que ler como se fossemos um de seus contemporâneos. O autor intencionalmente dá um significado ao texto ao seu momento e público imediato.

Podemos fazer isso recorrendo aos comentários bíblicos e outros livros que podem nos ajudar a conhecer como era a cultura e a história daquele lugar onde o autor vivia.

5.      Atente à gramática e à estrutura da passagem

Devemos ler uma passagem com atenção à gramática. Atenção a como o pensamento do autor progride, seguir sua argumentação, por isso observamos os conectivos, os tempos verbais, substantivos e demais elementos gramaticais. Isso nos ajudará a perceber as conexões entre as ideias.

A gramática e a sintaxe da língua original em que o texto foi escrito deve ser considerado, para isso podemos usar um bom comentário baseado no hebraico (parao Antigo Testamento ou no grego (para o Novo Testamento) para uma análise relacional entre a gramática e a estrutura.

Persevere no conhecimento hermenêutico

Queremos que você conheça a Palavra de Deus como ela foi intencionalmente escrita pelo nosso Senhor para nos instruir, santificar e salvar.

Se você ainda não tem o hábito de estudar a Palavra de Deus, comece com um dos princípios e vá se apropriando do conhecimento dos outros princípios sucessivamente. Se tiver dúvidas sobre interpretação busque materiais de apoio. O importante é desenvolver uma boa hermenêutica e isso leva tempo, siga estudando e será capacitada.

Aproxime-se da Bíblia em oração, e mantenha o coração no processo de aprendizado, aprenda com a mente e com o coração. Deus se interessa que você tenha entendimento correto da sua Palavra.

 

[1] Nota do Editor: Com isso queremos dizer que, em última análise, Deus é o autor das Escrituras Sagradas.

 


Conheça o livro de Renata Gandolfo pela Editora Fiel – A arte da guerra para mulheres


Fonte: https://voltemosaoevangelho.com/blog/2024/04/interpretando-corretamente-a-inerrante-escritura/

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *