Cinco maneiras de encontrar a sabedoria

A sabedoria é tão vital para as nossas vidas. Vivemos em um mundo complexo e está ficando mais complexo a cada dia. E é um mundo que devemos navegar com sabedoria.

E a pergunta de hoje é a seguinte: Como obter sabedoria?

 

Quero lhe dar cinco breves instruções sobre como obter essa sabedoria. Elas foram realmente úteis, e acho que todas elas vêm das Escrituras.

Deseje sabedoria

Passo número um: devemos desejá-la, ansiar por isso, ansiar verdadeiramente. Provérbios 4.8 diz: “Estima-a, e ela te exaltará; se a abraçares, ela te honrará;”. Essas não são palavras baratas. Quando você valoriza algo e abraça algo, você o ama intensamente. E, portanto, a sabedoria tem que ser valiosa para nós. Temos que querer e ansiar por isso; caso contrário, não conseguiremos.

Quinze minutos por dia

Segundo, visto que a sabedoria é encontrada na Palavra de Deus, temos que nos esforçar para meditar e estudar a Palavra de Deus. E quero acrescentar isto: não apenas aplicando-se às Escrituras em primeira mão, mas também dedicando-se a ler a melhor sabedoria dos melhores estudantes da palavra nos últimos 2000 anos. Leia grandes livros teológicos, livros que destilam a sabedoria de Deus e nos ajudam a ter uma noção da abrangência da revelação de Deus e a compreender o verdadeiro significado das Escrituras. Seria uma loucura começarmos do zero quando há tanta ajuda disponível em grandes livros.

E agora quero lhes dar algo realmente encorajador, porque sei o que passa pela cabeça de muitos de vocês quando digo isso. Alguns de vocês devem pensar “Não tenho tempo nem capacidade para chegar a lugar nenhum com esse tipo de literatura se vocês estão falando sobre grandes livros de teologia.” Eu não acredito que isso seja verdade. Grandes livros são sempre ótimos porque são possíveis de compreender, não porque são obscuros. Livros obscuros não são bons livros.

Agora, aqui está a coisa mais encorajadora que posso dizer a você esta manhã. Meu pastor me contou isso há quatro anos – isso mudou minha vida. Aqui está. Suponha que você consiga ler cerca de 250 palavras por minuto. Agora, isso não é muito rápido; a maioria de nós consegue fazer isso – 250 palavras por minuto. E suponha que você reserve quinze minutos por dia para ler um grande livro – um clássico ou algum livro que você deseja ler e que o ajude a crescer em sua sabedoria, em sua compreensão. Agora, quinze minutos por dia durante 365 dias equivalem a 5.475 minutos por ano. Agora, você multiplica 5.475 vezes 250 e obtém 1.368.750 palavras que você poderia ler em um ano, quinze minutos por dia. Agora, um livro médio tem cerca de 300 a 400 palavras por página. Então, pegaremos 350, que está no meio, e dividiremos isso por 1.368.750. E você sabe o que ganha? Você obtém 3.910 – quase 4.000 páginas por ano. Um livro médio tem cerca de 200 páginas.

Escolha um clássico

Você vê a implicação disso? Você poderia ler vinte livros nesta época no próximo ano, reservando quinze minutos por dia. Vou te contar, quando ouvi isso, corri para casa, sentei, peguei minha agenda, procurei aquele intervalo de quinze minutos e encontrei pouco antes do jantar, às 17h15, porque eu economizei nisso todas as noites. E eu me propus a fazer isso. E li “Original Sin”, de Jonathan Edwards, que é um livro gordo, em dois meses, quinze minutos por dia. E então passei para o C.S. Lewis e George McDonald, e muitas outras coisas que eu queria ler, e li muitas coisas. Toda aquela leitura da qual eu disse: “Não há esperança – não tenho tempo para isso; Não tenho espaço na agenda para ler tudo isso”, estava sendo concluído porque havia um intervalo de quinze minutos que eu estava usando e que antes havia sido jogado fora.

Há esperança. Vocês, pessoas que pensam que não há esperança, existe esperança. Você tem quinze minutos – guarde os quinze minutos antes de ir para a cama à noite. Escolha um grande clássico como as Institutas de João Calvino, ou “A Escravidão da Vontade” ou Comentário sobre Gálatas, de Martinho Lutero, ou O “O Peregrino”, de John Bunyan, ou “Afeições Religiosas”, de Jonathan Edwards, ou algum grande livro que você esteja ansioso para ler e leia quinze minutos por dia.

Uma árvore grande pode ser derrubada pouco a pouco com pequenas machadadas. Acho que isso é um grande incentivo para obter sabedoria.

Sabedoria Encarnada

E terceiro, devemos orar, porque a sabedoria vem do Senhor. E em quarto lugar, devemos pensar na nossa morte com muita frequência. “Ensina-nos a contar os nossos dias, para que alcancemos um coração sábio.” (Salmo 90.12). Nada nos purifica da loucura como pensar em nossa morte.

E então, finalmente, devemos ir a Jesus. “em quem todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento estão ocultos.” (Colossenses 2.3). Salomão falou com sabedoria; Jesus é a sabedoria de Deus. Outros falaram verdades; Jesus é a verdade. Outros fizeram promessas; nele todas as promessas de Deus são sim. Outros ofereceram perdão; Jesus comprou esse perdão. Portanto, nele estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento.

Uma pessoa que ama, confia e segue Jesus possui o tesouro da felicidade verdadeira e duradoura. E portanto, quando nos chega a ordem de obter sabedoria, isso significa, antes de mais nada, vir a Jesus. Venha a Jesus em quem estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e do conhecimento. E agora, que o Deus sábio encha você com sua sabedoria divina, para que você possa desfrutar agora e para sempre a felicidade verdadeira e duradoura que é encontrada nele. Amém.


Conheça os livros de John Piper pela Editora Fiel – clique aqui.

Veja mais episódios do John Piper Responde – clique aqui!


Fonte: https://voltemosaoevangelho.com/blog/2024/01/cinco-maneiras-de-encontrar-a-sabedoria/

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *